Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

As férias deles

Estamos cansados. Mesmo. E gritamos por: férias! Estamos a meio do ano e isso acusa cá em casa... Em todos e em cada um de nós. 

São as férias deles e, embora a trabalhar, é isso que queremos dar-lhes todos os dias e por isso andamos estafados . 
Temos uma rotina desrotinada, que anda pela metade, porque entram mais tarde e saem mais cedo, é o mínimo que lhes podemos dar, e este menino anda numa de birras. Com picos de humor. Lutas com o sono e a acordar todos os dias na nossa cama...

Começamos desesperadamente a contagem para os nossos dias de férias.





Mensagens recentes

Me & them

Numa era digital em que se vive a perfeição do corpo, em que se se julga o próximo sem rede e educação, em que se critica para amedrontar autoestimas... 

Damn it! This is me!

Sem filtro, detox e jejuns, ou bagas, mas também saudável e de bem na minha pele. [Não é uma crítica. E não quer dizer que não coma de forma equilibrada] 
Com bons braços para abraçar os meus, e belas pernas para correr livre e andar de bicicleta com três criaturas incríveis!
As maminhas (que nunca foram pequenas) são fofas para os confortar no meu regaço.

E o coração, é ainda maior, e palpita de tanto amor por esta família que este corpo me deu.


Feeling beautiful! So happy!




Depois do fim de semana

Chegamos para uma semana ímpar cá em casa. Vamos ser pais de "só" de um filho por 6 dias. 
Será muito bom para que os nossos olhos o “oiçam” por estes dias que se afiguram calmos.

Nem sempre é fácil e justo dividir com equilíbrio atenções por três filhos... há muito “ruído” numa casa de cinco, muitas e diferentes necessidades em cada idade e personalidade... e às vezes eles ressentem-se e reclamam por outro tipo de atenção.
Ficámos com o filho furacão “porque ninguém o quer” :). Porque é o mais novo; mas se soubessem que é o mais independente, despachado e meloso e que quando está sozinho nem se dá por ele...

O nosso Tatão está nas nuvens e até acho que não vai sentir a ausência dos irmãos. Os outros dois também, com a avó lá só para eles. 
Hoje a manhã foi de novela. Vestiu a roupa que escolhi sem reclamar como em quase todos os dias e calçou os ténis sozinho!

So far so good! 
E já a sentir falta duma casa cheia ❤️




9 anos!

É ele que hoje faz 9 anos. [E parece-me inacreditável. ] É ele o filho crescido que faz as vezes do pai, que cuida dos irmãos e que os ensina, porque vai uns passos à frente.
É ele que tem o coração sensível e nos delicia com a sua bondade. É ele, feito de responsabilidade pura, que me guia no caminho (mãe-filho) e me ensina tantas coisas bonitas sobre mim. Parabéns meu querido little gentle man! Vai ser um dia em cheio só para ti! ❤️  Adoramos-te!

O melhor da vida!

No banco do jardim vejo um que prende o burro vezes a mais da conta e que guincha - e os nossos ouvidos já não aguentam. Olho para o outro e está viciado no jogo - e a culpa é dos avós. E o terceiro, que na verdade foi o primeiro, começa “a olhar de lado” para as crises da existência duma pré pré adolescência chata que nos deixa cansados com as voltas que temos de dar até ao reposicionamento no caminho (que achamos) certo.
Ninguém nos disse: que educar os filhos era simples. E muito menos que ser criança era fácil. Para eles e para nós, enquanto pais. [E nós sempre quisemos ter três! E ainda ponderamos um quarto, mas... depois... para bem da sanidade e do equilíbrio de todos os valores, direitos e deveres que queremos para a nossa família não arriscamos mais. Não ficou o nó. Já consigo sentir-me completa no todo que somos.]
Mas voltando ao Q inicial... Fácil, fácil é quando são bebés de colo. É maravilhoso a simplicidade da dança do come e dorme. E o cheiro de um bebé pela casa?! Mas os …